Segurança terá mais investimentos

Para reduzir todas as estatísticas que servem de referência para o mapa da violência, elaborado pela Secretaria de Estado de Segurança Pública, Moraes defende a aplicação de mais recursos na área. Para o deputado, a liberação do dinheiro será essencial para o andamento das políticas na área, em especial para a ampliação dos efetivos das polícias militar, civil e científica

mauro moraes     Pesquisas revelam que na lista de preocupações dos paranaenses a violência ocupa lugar de destaque. Ou seja, o avanço da criminalidade não escolhe classe social ou região para fazer suas vítimas. “A escalada do crime nos últimos anos atingiu seu limite e não pode mais avançar", diz o presidente da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa, deputado Mauro Moraes.

     Defensor e proponente de várias ações na área da segurança, Moraes vem acompanhando todas as políticas adotadas pelo governo do Estado para conter a violência em todas as regiões do Estado. “A capital paranaense é a que mais sofre com os altos índices de crimes, provocados, em sua maioria, pelo tráfico de drogas, revela o deputado.
     Uma saída provável para ampliar o orçamento do setor é a aplicação de R$161,3 milhões a serem liberados pela Secretaria do Tesouro Nacional. “O Programa Paraná Seguro deve ser beneficiado com esse volume de recursos”, defende. 
     Para o deputado, a liberação do dinheiro será essencial para o andamento das políticas na área, em especial para a ampliação dos efetivos das polícias militar, civil e científica. “São medidas estratégicas e que precisam de recursos financeiros. A segurança pública é prioridade e necessita de investimento pesado”, insiste Moraes.

Acesse Também!

Guia Caderno

Campo de Santana

Anunciantes