Mestre Pop visita oito Unidades de Saúde da região

mestre pop visita oito unidades de saude 1 fevereiro marcoNo último dia 10 de março o vereador Mestre Pop esteve com sua equipe visitando as oito Unidades de Saúde pertencentes à Regional Tatuquara para verificar como anda o funcionamento, atendimento e também para averiguar denúncias de moradores sobre a falta de medicamentos. As Unidades Básicas de Saúde visitadas foram Caximba, Dom Bosco, Monteiro Lobato, Santa Rita, Rio Bonito, Jardim da Ordem, Pompeia e Palmeiras.
Foi constatada a falta de medicamentos dos mais básicos até os de uso contínuo em todas as Unidades, além de materiais importantes para o trabalho dos profissionais, como luvas, gases, esparadrapos, soro, fitas para teste de diabetes e também produtos de higiene como sabonete líquido e papel toalha.
Na Unidade de Saúde Caximba um dos problemas é a grande explosão populacional que iniciou em 2010, quando o posto tinha cadastrados 3200 usuários e agora em 2017 são 8500, o que sobrecarrega os profissionais e não dá conta da demanda. É necessária a contratação de mais profissionais e a construção de mais uma Unidade de Saúde no bairro. Para se ter uma ideia, somente na ocupação da Vila 29 de Outubro moram hoje cerca de 2900 famílias. A maior dificuldade é que estas pessoas não possuem endereço e os telefones celulares não tem sinal, então muitas vezes a Unidade de Saúde não consegue se comunicar com os pacientes para repassar as consultas com os médicos especialistas.
Já a Unidade de Saúde Dom Bosco, quando foi inaugurada atendia 3700 pessoas, hoje existem 20.000 usuários cadastrados, o que sobrecarrega muito a unidade e os profissionais. Foi relatado que por diversas vezes a Guarda Municipal precisou ser chamada para conter usuários que tentam agredir os funcionários. Também foi constatado falta de medicamentos.
Na Unidade de Saúde Monteiro Lobato, há a necessita de manutenção preventiva nos equipamentos, como cadeiras, mesas, entre outros. O local também sofre arrombamentos constantes, tendo computadores e remédios furtados. Hoje a Unidade tem 17.600 cadastros e cerca de 7.000 pacientes itinerantes. Nas Unidades Santa Rita, Jardim da Ordem e Pompéia o principal problema é mesmo a falta dos medicamentos de todos os tipos e materiais de trabalho para os funcionários, como curativos, luvas, soro, entre outros. No Rio Bonito hoje são 22.500 cadastrados na Unidade, que também trabalha sobrecarregada. O posto dá prioridade de atendimento para gestantes e crianças menores de um ano, a fim de diminuir a taxa de mortalidade infantil que é alta. Também faltam medicamentos.
mestre pop visita oito unidades de saude 2 fevereiro marcoA Unidade de Saúde Palmeiras foi a mais crítica de todas as visitadas em relação à infraestrutura. O prédio em que funciona a unidade está muito precário, com salas pequenas, partes do reboco da parede soltando e mofos. Além disso, acessibilidade para cadeirantes prejudicada. Até mesmo o Samu encontra dificuldade de locomoção com as macas porque as rampas de acesso são muito precárias, falta corrimão e não tem cobertura. A conclusão é a necessidade urgente da construção de uma nova Unidade. Hoje são 12 mil pessoas cadastradas e cerca de 20 mil itinerantes.
Os relatórios com as conclusões desta fiscalização serão repassados pelo vereador Mestre Pop para a Prefeitura e entregues em mãos ao Secretário Municipal de Saúde, João Carlos Gonçalves Baracho, pois muitos dos problemas são urgentes e prejudicam muito as pessoas que precisam de tratamento médico, como a falta dos remédios. Mestre Pop também ouviu as críticas e sugestões de diversos usuários em relação ao atendimento das referidas unidades, como falta de médicos e outros profissionais, dificuldade em conseguir consultas, demora em consultas com especialistas, entre outros.
Foram constatados a falta dos seguintes medicamentos: Fitas para teste de diabetes; AAS (ácido acetilsalicílico); Ibuprofeno; Metronidazol; Cefalexina; Loratadina; Oxido de Zinco; Sulfato Ferroso; Vitamina A + D; Enalapril; Glibenclamida; Paracetamol; Sabutamol; Diazepan; Ácido Fólico; Clorpromazina; Amoxicilina; Sulfametazol; Furosemida; haloperidol; Aciclovir; entre outros.

Acesse Também!

Anunciantes